Boa noite
Internacional MaykonMaykon 25 Fevereiro 2019 (43)

ONU pede que EUA e Rússia evitem fim de tratado de mísseis nucleares

Países já declararam que vão sair de acordo, firmado na Guerra Fria, que proíbe armas de curto e médio alcance em território europeu

ONU pede que EUA e Rússia evitem fim de tratado de mísseis nucleares

A ONU pediu nesta segunda-feira (25) que Estados Unidos e Rússia evitem a morte do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF).

"O fim do Tratado INF, se ocorresse, faria do mundo um lugar mais inseguro e instável. Não podemos permitir a volta de uma corrida nuclear descontrolada, como nos piores dias da Guerra Fria", alertou o secretário-geral da ONU, António Guterres.

Após acusar a Rússia de descumprir reiteradamente o tratado, os Estados Unidos anunciarão que irão deixá-lo em seis meses se não observarem uma mudança de postura do Kremlin.

 

Por outro lado, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que mirará os mísseis do país para o território americano caso a Casa Branca cumpra a promessa de deixar o acordo.

Diante da escalada de tensão, Guterres pediu aos dois países que utilizem o prazo estabelecido pelos Estados Unidos para realizar um diálogo sincero que permita que o Tratado INF seja respeitado.

O secretário-geral da ONU também pediu que Casa Branca e Kremlin estendam o acordo batizado como \"Novo Start\" antes que ele expire, em 2021. Em 2010, os dois países entraram em acordo para

O "Novo Start" é o único instrumento legal internacional que limita o tamanho do arsenal das maiores potências nucleares do mundo. As disposições previstas no tratado sobre inspeções são uma medida essencial de confiança entre americanos e russos.

No entanto, o acordo não abrange outros países com armamentos nucleares. Para Guterres, o ideal é que o Novo Start fosse incorporado por outros governos, tornando-o assim multilateral.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário.