Boa noite
Aviação Comercial AdministradorAdministrador 10 Setembro 2018 (99)

Space X conheça

Conheça mais sobre a Space X

Space X conheça

Space Exploration Technologies Corp., cujo nome comercial é SpaceX, é uma empresa estadunidense de sistemas aeroespaciais e de serviços de transporte espacial sediada em HawthorneCalifórnia. Foi fundada em 2002 pelo empresário Elon Musk com o objetivo de reduzir os custos de transporte espacial e permitir a colonização de Marte. A SpaceX desenvolveu desde então a família de veículos de lançamento Falcon e a família de nave espacial Dragon, que atualmente entregam cargas úteis na órbita terrestre.

As conquistas da SpaceX incluem o primeiro foguete de combustível líquido com financiamento privado a chegar à órbita da Terra (Falcon 1 em 2008); a primeira empresa com financiamento privado a lançar, orbitar e recuperar uma nave espacial (Dragon em 2010); a primeira empresa privada a enviar uma nave espacial para a Estação Espacial Internacional (EEI) (Dragon em 2012); o primeiro pouso propulsivo de um foguete orbital (Falcon 9 em 2015); e a primeira reutilização de um foguete orbital (Falcon 9 em 2017). Em março de 2017, a SpaceX já havia transportado dez missões para a EEI sob um contrato de reabastecimento de cargas espaciais. A NASA também concedeu à SpaceX um novo contrato de desenvolvimento em 2011 para demonstrar uma Dragon que seria usada para transportar astronautas para a EEI e devolvê-los com segurança à Terra.

A SpaceX anunciou em 2011 que estava começando um programa de desenvolvimento de tecnologia de lançamento de foguetes reutilizáveis com fundos privados. Em dezembro de 2015, o primeiro estágio de um foguete da empresa pousou de volta em uma plataforma de aterrissagem perto do local de lançamento, onde realizou com sucesso um pouso vertical. Esta foi a primeira vez que um foguete realizou algo do tipo após um voo orbital. Em abril de 2016, com o lançamento da CRS-8, o SpaceX conseguiu, com sucesso, aterrar verticalmente um primeiro estágio em uma plataforma de aterrissagem flutuante.Em maio de 2016, a SpaceX novamente conseguiu aterrissar um primeiro estágio, mas durante uma missão de órbita de transferência geoestacionária significativamente mais energética. Em março de 2017, a SpaceX tornou-se a primeira a relançar e aterrissar com sucesso o primeiro estágio de um foguete orbital.

Em setembro de 2016, o CEO Elon Musk revelou a arquitetura da missão do programa do Sistema de Transporte Interplanetário, uma ambiciosa iniciativa privada para desenvolver tecnologia para uso em voos espaciais interplanetários tripulados e que, se houver demanda, poderia levar a assentamentos humanos sustentáveis ​​em Marte até a longo prazo. Este é o objetivo principal para o qual este sistema foi projetado. Em 2017, Elon Musk anunciou que a empresa tinha sido contratada por dois indivíduos particulares para enviá-los em uma nave espacial Dragon em uma trajetória de retorno livre em torno da Lua, o que poderia se tornar a primeira instância do turismo espacial.

Em 2001, Elon Musk criou o conceito do Mars Oasis, um projeto para pousar uma estufa experimental em miniatura e cultivar plantas em Marte, no que "seria o mais distante que a vida já tenha viajado", em uma tentativa de recuperar o interesse público pela exploração espacial e aumentar o orçamento da NASA.Musk tentou comprar foguetes baratos da Rússia, mas voltou com as mãos vazias depois de não encontrarem foguetes por um preço acessível.

No voo para casa, Musk percebeu que ele poderia começar uma empresa que poderia construir os foguetes acessíveis que ele precisava. De acordo com o investidor Tesla e da SpaceX, Steve Jurvetson,Musk calculou que as matérias-primas para construir um foguete eram apenas 3% do preço de venda. Ao aplicar a integração vertical,ao produzir cerca de 85% do hardware de lançamento interno e com uma abordagem modular da engenharia de software, a SpaceX poderia reduzir o preço de lançamento em dez vezes e ainda se beneficiar com uma margem bruta de 70%. A SpaceX começou com o menor foguete orbital útil, em vez de construir um veículo de lançamento mais complexo e mais arriscado, o que poderia ter fracassado e levado a empresa à falência.

No início de 2002, Musk procurava pessoal capacitado para sua nova empresa espacial, que logo seria chamada SpaceX. Musk se aproximou do engenheiro de foguetes Tom Mueller (agora o CTO de Propulsão da SpaceX), que concordou em trabalhar para Musk. Assim nasceu a SpaceX. A empresa teve sua primeira sede em um armazém em El Segundo, na Califórnia. A SpaceX cresceu rapidamente desde que foi fundada em 2002, passando de 160 funcionários em novembro de 2005, 1.100 em 2010,3.800 em outubro de 2013e cerca de 5.000 no final de 2015. Em abril de 2017, a empresa já tinha cerca de 6.000 funcionários. Em 2016, Musk deu um discurso no Congresso Internacional de Astronáutica, onde afirmou que a SpaceX só podia contratar estadunidenses devido a funcionários que trabalhavam em "tecnologia de armas avançadas".

No final de ano de 2012, a SpaceX tinha mais de 40 lançamentos contratados, o que representava cerca de 4 bilhões de dólares em receita. Os contratos incluíam clientes comerciais e governamentais (NASA/DOD). Em 2013, a SpaceX tinha um total de 50 lançamentos futuros sob contrato; dois terços deles eram para clientes comerciais. No final de 2013, a mídia da indústria espacial começou a comentar o fenômeno que a empresa estava subestimando as principais concorrentes no mercado de lançamento comercial - o Ariane 5 e o Proton-M - visto que a SpaceX já tinha pelo menos 10 voos em órbitas geoestacionárias.

Em setembro de 2017, Elon Musk lançou as primeiras imagens protótias de seus trajes espaciais para serem usadas em futuras missões. O traje está em fase de testes e é projetado para lidar com a pressão de 2 ATM no vácuo.

 
Da esquerda para a direita: Falcon 1Falcon 9 v1.0Falcon 9 v1.1Falcon 9 v1.2 e Falcon Heavy.
 
Primeiro estágio do Falcon 9 pousa em um plataforma-drone autônoma (ver SpaceX CRS-8).
 
Pouso dos estágios do Falcon Heavy em 7 de fevereiro de 2018.
 
CRS-8 Dragon acoplado ao Canadarm da ISS.

Família Falcon

Falcon 1

É um foguete pequeno e parcialmente reutilizável capaz de colocar centenas de quilogramas na baixa órbita terrestre. Também funciona como uma plataforma de testes para desenvolver novos conceitos e componentes para serem utilizados no Falcon 9, que é maior. É o primeiro foguete a ser desenvolvido de forma privada a chegar à órbita da Terra.

Falcon 9

Em 8 de setembro de 2005, a SpaceX anunciou o desenvolvimento do foguete Falcon 9, que possuirá nove motores Merlin no seu primeiro estágio. No dia 8 de dezembro de 2010, o foguete Falcon 9 lançou a capsula Dragon que retornou em segurança pousando no Oceano Pacífico no mesmo dia, menos de quatro horas após o seu lançamento. O foguete foi lançado de Cabo Canaveral e foi a primeira vez que uma empresa privada enviou uma nave para a órbita terrestre e depois trouxe de volta para a Terra. Em 22 de maio de 2012 o foguete lançou a cápsula Dragon, após uma tentativa em 19 de maio de 2012. A cápsula foi capturada pelo braço robótico Canadarm2, atingindo com sucesso o objetivo de ser o primeiro voo privado para a Estação Espacial Internacional.

No dia 21 de Dezembro de 2015, após várias tentativas falhadas, o primeiro estágio do foguete conseguiu aterrar com sucesso em terra, provando com sucesso que foguetes reutilizáveis são uma opção viável. O foguete aterrou às 8:50 PM ET no Cabo Canaveral.Em 1 de setembro de 2016, um Falcon 9 Full-Thrust explodiu durante a operação de abastecimento de propelente para o teste de fogo estático, que ocorre antes de todos os lançamentos, em Cape Canaveral Space Launch Complex 40. Em 30 de março de 2017, um Falcon 9 já utilizado foi relançado e recuperado, sendo o primeiro foguete reutilizável da história.

Falcon Heavy

Em 2011, a SpaceX iniciou o desenvolvimento do Falcon Heavy, um foguete pesado configurado usando um cluster de três módulos do primeiro estágio do Falcon 9, com um total de 27 motores Merlin 1D e propulsão cruzada. O primeiro estágio seria capaz de levantar 63.957 kg para a órbita terrestre baixa com os 27 motores Merlin 1D produzindo 22.819 kN de impulso ao nível do mar e 24.681 kN no espaço. O Falcon Heavy é o foguete mais poderoso do mundo em operação.A SpaceX fez o primeiro lançamento de demonstração do Falcon Heavy em 6 de fevereiro de 2018 com uma carga útil composta pelo Tesla Roadster pessoal de Musk em órbita heliocêntrica.

Dragon

A Dragon SpaceX é uma cápsula desenvolvida pela SpaceX com a função de levar carga ou tripulação para a órbita terrestre. Mais especificamente, num primeiro momento, para a Estação Espacial Internacional.

Infraestrutura


 XpaceX tem sua sede na em HawthorneCalifórnia, onde também produz seus foguetes. A empresa também comprou um campo de testes no Texas, e atualmente opera três plataformas de lançamento, com já outra em desenvolvimento. SpaceX também opera três escritórios regionais nos Texas, Virgínia e Washington.

Sede

A sede da SpaceX está localizada no subúrbio de Los Angeles, em Hawthorne, Califórnia. O grande edifício de três andares, originalmente construído pela Northrop Corporation para construir fuselagens do Boeing 747, abriga o espaço de escritório, controle de missão e fábrica de veículos da SpaceX. A região possui uma das maiores concentrações de sede, instalações e/ou subsidiárias de empresas aeroespaciais nos Estados Unidos, incluindo os principais campus de construção da Boeing/McDonnell DouglasAerospace Corp.Raytheon, o Laboratório de Propulsão a Jato da NASALockheed MartinBAE SystemsNorthrop Grumman e AECOM, além de um grande grupo de engenheiros aeroespaciais e recentes graduados de engenharia da faculdade.

A SpaceX utiliza um alto grau de integração vertical na produção de seus foguetes e motores de foguetesA empresa constrói seus motores de foguete, foguetes, naves espaciaism aviônica principal e todo o software interno em suas instalações em Hawthorne, o que é incomum para a indústria aeroespacial. No entanto, a SpaceX ainda possui mais de 3.000 fornecedores, sendo que 1.100 deles entregam a SpaceX quase semanalmente.

Instalação de desenvolvimento e testes

A SpaceX opera a sua Instalação de Desenvolvimento e Teste de Foguetes em McGregorTexas. Todos os motores de foguete da SpaceX são testados em centros de testes e os voos VTVL de baixa altitude dos veículos de teste Falcon 9 Grasshopper v1.0 e F9R Dev1 foram realizados em McGregor.

A empresa comprou as instalações da McGregor da Beal Aerospace, onde instalou a maior área de testes do motor Falcon 9. A SpaceX fez uma série de melhorias na instalação desde a compra e também ampliou a área cultivada, ao comprar vários pedaços de terras agrícolas adjacentes. Em 2011, a empresa anunciou planos para atualizar a instalação para o teste de lançamento de um foguete VTVL e, em seguida, construiu uma instalação de lançamento de concreto de meio acre em 2012, para apoiar o programa de voo de teste do Grasshopper. Em outubro de 2012, a instalação de McGregor possuía sete centros de teste que são operados "18 horas por dia, seis dias por semana".

Bases de lançamento

A SpaceX atualmente opera três bases de lançamento, em Cabo Canaveral, na Base da Força Aérea de Vandenberg e no Centro Espacial John F. Kennedy, com planejamento de uma outra em Brownsville, no Texas. O Complexo 40 na Base da Força Aérea, em Cabo Canaveral (SLC-40) é usado para lançamentos de baixa órbita e geoestacionárias. Ela não é capaz de fazer lançamentos em órbitas polares, ou para a Falcon Heavy.

O Complexo de Lançamentos Espaciais 4 (SLC-4) na Base da Força Aérea de Vandenberg é usado para lançamentos em órbitas polares e Satélites, podendo também lançar a Falcon 9 e a Falcon Heavy.Porém, ela não pode fazer lançamentos de baixa inclinação.

O complexo de Lançamentos 39A (LC39A) está em desenvolvimento pela SpaceX desde dezembro de 2013, quando a NASA anunciou que a empresa seria sua nova parceira comercial.A empresa assinou o contrato de locação em abril de 2014, garantindo 20 anos de uso da Plataforma 39A. A SpaceX anunciou planos lançar a Falcon 9 e a Falcon Heavy desta plataforma e também construir um novo hangar perto dela. Elon Musk declarou que a maior partes dos lançamentos da SpaceX será na plataforma LC39A, incluindo cargas comerciais e missões tripuladas para a Estação Espacial Internacional.

 

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário.